Dieta restritiva pode baixar sua testosterona

dieta-restritiva

Na ansiedade do corpo perfeito os praticantes de atividade física podem exagerar no reino e nas restrições da dieta. O chamado Overtraining (a síndrome do treinamento excessivo) quando associado a reposição inadequada de macronutrientes (carboidratos e proteínas) pode ocasionar a queda dos níveis de testosterona em homens, o chamado hipogonadismo.

Os estudos médicos sugerem que a restrição calórica, especialmente se combinada com o gasto excessivo de energia, pode resultar em um déficit total de energia corporal com efeitos prejudiciais nos múltiplos eixos endócrinos, em particular o eixo reprodutivo. Estudos longitudinais em homens, especialmente naqueles envolvidos em exercícios de ultra-resistência como maratonas e eventos de ciclismo, relataram reduções acentuadas de testosterona sérica de até 70%. Do ponto de vista evolutivo, esta doença pode ser considerada um mecanismo de defesa para prevenir a reprodução em condições adversas.

O hipogonadismo masculino devido ao déficit de energia contribui para a fadiga, disfunção sexual, perda de massa muscular e óssea e aumento do risco de fraturas por estresse. Dada a sua natureza funcional, o hipogonadismo associado ao défice de energia é reversível com a recuperação do peso após um ajuste adequado da dieta. Algumas vezes ajuda psiquiátrica pode ser necessária.

×
Olá! Estamos a sua disposição também pelo whatsapp. Só precisa clicar aqui para iniciar uma conversa.