Melatonina como modulação imunológica contra o COVID-19

melatonina-como-modulacao-imunologica-contra-o-covid-19

Por Dr. Geraldo Amorim

Uma revisão recente sugere que a melatonina pode desempenhar um papel no combate ao COVID-19 como terapia adjuvante, pois a inflamação excessiva, imunidade deprimida, e tempestade de citocinas parecem contribuir para a patogênese da doença.

Com a infecção, a resposta inflamatória e imune grave pode ativar uma tempestade de citocinas, como apoptose de células epiteliais e endoteliais, levando a vazamento vascular e respostas anormais de células T e macrófagos que podem induzir LPA / SDRA e até morte.

Devido às propriedades antivirais, antioxidantes e melhoradoras do sistema imunológico, estudos apoiam o possível uso da melatonina no tratamento de doenças virais; além disso, as ações do suporte à melatonina têm potencial atenuação para a infecção por COVID-19. A melatonina melhora a resposta imune e, consequentemente, a proliferação e a maturação das células assassinas naturais, linfócitos T e B, granulócitos e monócitos.

Embora não existam estudos relacionados ao uso de melatonina no tratamento de COVID-19, seu uso mostrou-se promissor em outras doenças com níveis aumentados de inflamação. Também foi demonstrado que a ingestão de melatonina de 5-10 mg / d diminui muitas das mesmas citocinas inflamatórias observadas no novo coronavírus.

Os efeitos da melatonina quando administrada em pessoas com COVID-19 permanecem desconhecidos e devem ser monitorados de perto, mas há probabilidade que, com o aumento dos estudos acerca do seu uso, seja confirmada a sua eficiência contra o COVID-19.

Fonte: Melatonin Could Possibly Play An Immune Modulating Role Against COVID-19 (WorldHealt.Net)

QUER RECEBER NOVIDADE POR E-MAIL?

CADASTRE-SE ABAIXO E RECEBA INFORMAÇÕES EM PRIMEIRA MÃO

×
Olá! Estamos a sua disposição também pelo whatsapp. Só precisa clicar aqui para iniciar uma conversa.