Cuidado! Você pode estar com problemas renais

Os sintomas decorrentes de problemas nos rins nem sempre são específicos, mas alguns achados podem levantar essa suspeita:

• Vontade frequente para urinar;⠀
• Urinar em pouca quantidade;⠀
• Dor constante nas costas ou flancos;⠀
• Inchaço das pernas, pés, braços ou rosto;⠀
• Coceira em todo o corpo;⠀
• Cansaço excessivo sem razão aparente;⠀
• Alterações da cor e cheiro da urina; ⠀
• Presença de espuma na urina;⠀
• Dificuldade para dormir ou menor qualidade de sono;⠀
• Perda de apetite e sabor metálico na boca;⠀
• Sensação de pressão na barriga ao urinar.⠀
Fique atento e consulte o seu médico nefrologista. Doenças renais diagnosticadas precocemente têm maior chance de tratamento e cura!

Consumo excessivo de sal e problemas renais

REDUZA O SAL DA DIETA!

Em média, o brasileiro consome 12g de sal por dia, enquanto a recomendação da Organização Mundial da Saúde (OMS) são 5g diárias ( o equivalente a uma tampa de caneta esferográfica Bic ). O excesso de sal é um dos principais causadores da hipertensão e esta doença é responsável por 35% dos casos da Doença Renal Crônica.

Além disso, o consumo excessivo de sal pode favorecer o aparecimento de cálculo renal ( em alguns pacientes específicos) e problemas cardíacos. Lembre-se, o sal é importante para o bom funcionamento do corpo, mas sempre na quantidade adequada.

Câncer de mama: A prevenção começa na sua mesa!

O câncer de mama, assim como outros tumores se desenvolve a partir de um mix entre fatores genéticos e ambientais.⠀

🌸 O estudo de epigenética nos diz que essa reposta genética pode ser modulada de forma a “silenciar” a expressão dos chamados genes cancerígenos.⠀

🌸 Nesse contexto o combate a obesidade, os exercícios físicos e o uso de alimentos funcionais são importantes aliados na prevenção. No que se refere aos alimentos preventivos podemos citar :

🥑 Fibras: pois favorecem a manutenção da flora intestinal saudável e a boa função digestiva;⠀
🐟 Ácidos graxos poliinsaturados tipo Ômega 3 (n-3) que tem ação anti-inflamatória;⠀
🌞 Vitamina D, hormônio que parece ter ação preventiva contra vários tumores sólidos como o de mama, da próstata e do intestino;⠀
🥦 Sulforononas que são substâncias presentes em crucíferas como o brócolis e o agrião, e que tem a capacidade de equilibrar os níveis dos hormônios estrogênicos, como a estrona, responsáveis pelo desenvolvimento do câncer de mama;⠀
Converse com seu médico clínico sobre as estratégias de prevenção do câncer.

Crossfiteiro, será que sua dieta está adequada?

Uma dúvida comum entre muitos praticantes desta modalidade está relacionada a alimentação. Afinal, existe uma dieta adequada e específica para essa modalidade?

A nossa parceira e TOP nutricionista @marianadomicio responde:
Para montar um plano alimentar para o praticante de Crossfit precisamos entender objetivo do cliente e que o crossfit é um esporte com movimentos constantemente variados e de alta intensidade ⬆, o que exige um bom condicionamento Físico do praticante, assim como uma alimentação que promova energia, força,explosão e que seja anti-inflamatória, agindo na recuperação muscular.
Quais alimentos devem fazer parte do seu cardápio:
Energia: carboidratos (macaxeira, inhame, batata doce, frutas, mel,batata inglesa). Força e recuperação muscular: proteínas (frango, carne bovina,peixes, ovos, iogurtes naturais , queijos, leguminosas e oleaginosas- contêm zinco)

Explosão: cafeína, chá verde, chá mate

Recuperação: linhaça, chia, peixes, abacate e açaí – contém coenzima q 10,cúrcuma, própolis, gengibre. E claro, vitaminas e minerais que encontramos nos vegetais e nas folhas verdes. .
Contudo, é importante lembrar que todas as mudanças que você realizar na alimentação devem ser orientadas por um profissional. Cuide para que seja possível aproveitar o melhor dos alimentos! Em caso de dúvidas, consulte seu médico ou nutricionista.

Cuidado, seu corpo pode estar inflamado!

A maioria das doenças começam com processos inflamatórios, geralmente relacionados com fatores ambientais externos, como alimentação, estresse, agrotóxicos e outras toxinas. Também com fatores intrínsecos do nosso organismo e como cada corpo lida com esses fatores externos. ⠀

São muitos os fatores que levam à inflamação excessiva, entre eles: Alimentação inadequada (glúten, açúcar, lácteos, gordura trans, soja, produtos industrializados, etc);Cigarro; Poluição; Obesidade;⠀
Falta de atividade física; Sono inadequado; Estresse; Estados emocionais como tristeza e raiva; Reclamação, etc. Para evitar essas inflamações temos que organizar nossa alimentação de acordo com as nossas necessidades, praticar atividade física, ter um sono reparador e modular o estresse.

Recipientes plásticos podem ser a causa do câncer de mama!

Os disruptoresendócrinos são substâncias que nos seres humanos podem causar infertilidade, obesidade, puberdade precoce e até mesmo câncer, inclusive as evidências mostram que o próprio câncer de mama pode ter origem a partir da exposição a esses agentes.

O plástico, que é um componente derivado do petróleo, é uma fonte conhecida desses disruptores. Com o nome de Bisfenol, dioxina e ftalatos eles estão presentes nos botijões e nas garrafinhas de água mineral , garrafas PET e também nos saquinhos brancos de chá.

O ato de amassar ou usar líquidos aquecidos nesses recipientes liberam uma quantidade significativa dessas substâncias que podem ser prontamente absorvidas pelo corpo e promover os efeitos já citados.
Abaixo algumas dicas importantes para se ver livre desses agentes do mal :

➡ Substitua seus botijões de água mineral por botijões de vidro ou filtros de parede. Até mesmo o famoso filtro de barro é bem-vindo como substituto;

➡ Não aqueça recipientes plásticos no micro-ondas ou utilize líquidos quentes nos mesmos;

➡ Substitua as garrafas de plástico por garrafas de vidro;

➡ Não use chás de saquinho e faça o seu chazinho à moda antiga com folhas, flores e caules;

➡ Evita panelas de teflon (o teflon é um plástico e libera gases tóxicos quando aquecido).

Envelhecimento Saudável e Autonomia do Idoso

A perda de autonomia e a necessidade de cuidados por terceiros são a realidade da maior parte da população idosa nos nossos dias. As pesquisas apontam que os últimos 10 anos da vida de um idoso se caracterizam pela baixa renda, pela necessidade de auxílio financeiro e laborativo por parte de parentes e filhos e pela “polifarmácia” ou seja, o uso diário de inúmeros fármacos decorrente do acúmulo de doenças crônicas como a Hipertensão arterial, o diabetes e a obesidade.

A medicina do estilo de vida, que tem ganhado força como especialidade médica no mundo inteiro, já aponta que sim, podemos minimizar as consequências do envelhecimento a partir das escolhas saudáveis e de bons hábitos.

A perda de autonomia decorrente por exemplo da perda de massa muscular pode ser evitada e até revertida com a adoção do treino resistido ( a famosa musculação) supervisionada. Evitar os alimentos industrializados, optando por alimentos orgânicos e naturais, associado a práticas meditativas e um hobby para combater o stress, a ingesta de água e a manutenção de uma boa função digestiva são preceitos a serem seguidos por quem pretende envelhecer com saúde.

Além disso, a manutenção do equilíbrio hormonal, que começa com uma boa noite de sono, pode ser complementada com reposições hormonais específicas, como a reposição de testosterona em homens na andropausa e a reposição dos hormônios sexuais da menopausa.
O médico preventivo pode ajudar você nessa jornada para um envelhecimento com saúde.